Blog Items

Eletrobras aprova adesão de hidrelétricas a programa do BNDES que suspende pagamentos

Modalidade de acordo permite unir credores e adiar cobranças, a fim de garantir pagamento de valores atrasados. Segundo a estatal, medida contribuirá para que Sociedades de Propósito Específico preservem liquidez diante do cenário de crise hídrica A Eletrobras comunicou nesta sexta-feira (22) que o conselho de administração da companhia aprovou a adesão por Sociedades de Propósito Específico (SPEs) de geração hidrelétrica ao programa de “stand still”. O mecanismo é uma modalidade de acordo para unir os credores e adiar cobranças, a fim de garantir pagamento dos valores atrasados. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Fiocruz envia insumo nacional destinado à produção de vacinas para testes de qualidade nos Estados Unidos

Após aprovação da Anvisa, será possível disponibilizar imunizantes da Astrazeneca 100% produzidos no Brasil ao Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde Dois lotes de pré-validação do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) nacional produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) foram aprovados em todos os testes internos de qualidade e seguiram para controle de qualidade externo, que é realizado em laboratórios nos Estados Unidos. IFA é a matéria-prima necessária para a produção de vacinas contra covid-19. Nesses laboratórios, as amostras enviadas passarão por um processo complexo de testagens, que envolve 14 testes adicionais aos realizados no Brasil, sendo o mais longo deles com duração de 56 dias. O conjunto destes ensaios permite a comparabilidade entre os IFAs estrangeiro e nacional, garantindo que o insumo produzido no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) possui os mesmos padrões de qualidade e segurança dos adquiridos por meio da Encomenda Tecnológica firmada com a AstraZeneca. Vacina Oxford/Astrazeneca fornecida no Brasil ainda é produzida com insumo obtido por transferência tecnológica Danny Lawson/PA via AP A produção do IFA nacional teve início em 21 de julho. As primeiras etapas consistem na produção de lotes de pré-validação e de validação, que são submetidos a rígido controle de qualidade. Ao todo, são 81 testagens ao longo de todo o processo produtivo do insumo. Em paralelo ao início da avaliação de controle de qualidade externo, está em andamento a produção de quatro outros lotes, incluindo três de qualificação. Até o fim de 2021, Bio-Manguinhos/Fiocruz prevê dispor, dentre lotes de IFA produzidos e em processo, o equivalente a mais de 30 milhões de doses. A previsão é de que a submissão do pedido de alteração de registro da vacina à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), contemplando o novo local de fabricação do IFA, ocorra em novembro. Somente após o deferimento da Anvisa, será possível disponibilizar vacinas nacionais ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. Neste momento, portanto, ainda não é possível afirmar o quantitativo nacional que estará liberado ainda este ano. A Fiocruz ainda receberá remessas de IFA importado, garantindo produção e fornecimento contínuo de vacinas contra covid-19 ao PNI. Ao todo, já foram disponibilizados 113,8 milhões de doses. Além deste quantitativo, a instituição possui cerca de 16,7 milhões de vacinas que se encontram em diferentes estágios, sendo 15 milhões em controle de qualidade, para liberação a partir da próxima semana. Com a nova remessa de IFA, com insumo suficiente para a produção de 5,6 milhões de doses e prevista para desembarcar no próximo domingo, estarão garantidas entregas semanais ininterruptas até a terceira semana de novembro.

Conheça Esteves Colnago, novo secretário especial de Tesouro e Orçamento da equipe de Guedes

Escolhido para ocupar o posto de secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago atualmente faz a ponte entre o Ministério da Economia e o Congresso Nacional, na posição de chefe da Assessoria Especial de Relações Institucionais da pasta. Funcionário público de carreira, desempenhou várias funções nos antigos ministérios da Fazenda e do Planejamento e chegou ao posto de ministro do Planejamento no governo de Michel Temer, de abril a dezembro de 2018. Na equipe de Guedes desde o início, Colnago foi primeiramente secretário-adjunto da secretaria especial de Fazenda, que depois trocou de nome para Tesouro e Orçamento. O titular à época era Waldery Rodrigues. Depois, passou para a assessoria especial direta do ministro. “É um símbolo do funcionalismo público”, elogiou Guedes ao anunciar seu nome. “Só pensa em ajudar o Brasil.” O ministro ressaltou a experiência, a “alta inteligência emocional” e o profundo conhecimento da máquina pública de seu assessor. Contou que muitas vezes, ao articular reunião de sua equipe com parlamentares, esses pediam que enviasse Esteves e não outros membros da equipe. O diálogo fluido com deputados e senadores foi citado por um interlocutor de Guedes como uma característica importante para apaziguar o relacionamento da equipe econômica com o Congresso Nacional. Guedes afirmou que Esteves escolherá o novo titular da Secretaria do Tesouro Nacional. Esteves é economista e especialista em contabilidade pública. Foi analista de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional de 1996 a 1998, e é analista do Banco Central desde 1998. Ocupou várias funções nos antigos ministérios da Fazenda e do Planejamento. Ao anunciar o nome do novo secretário, Guedes cometeu equívocos em série. Chamou-o primeiro de André Esteves, fazendo confusão com o senior partner do BTG Pactual. Depois, corrigiu para André Colnago, e depois para André Esteves Colnago. O nome correto é Esteves Pedro Colnago Junior.

About Consilium

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nunc rhoncus elit in est commodo hendrerit. In sodales rhoncus tincidunt. Integer iaculis nisi sit amet risus malesuada vulputate. Sed diam orci, cursus ut luctus sit amet.

Buy Now

Áreas de Atuação

Linhas de Pesquisa

Portal de Ensino

Projetos

Produção Acadêmica

Entre em contato

Av. Bandeirantes, 3900 - Sala 03
Monte Alegre - CEP 14040-905
Ribeirão Preto - SP / Brasil
FEA-RP / USP

+55 (16) 3602-0503

[email protected]

Mídias sociais

Acesse nossa newsletter: