Blog Items

Guinada na condução da política fiscal faz XP reduzir projeção para PIB e calcular inflação e Selic mais altas até 2022

“Julgamos que o arcabouço fiscal brasileiro mudou nas últimas semanas, para permitir uma trajetória de gastos maior adiante”, diz o economista-chefe da empresa, Caio Megale A manobra do governo federal para alterar o teto de gastos levou a XP a revisar o cenário macroeconômico brasileiro. Os analistas econômicos da empresa agora esperam dólar, inflação e juros mais altos em 2021 e 2022. Já a projeção para o PIB diminuiu. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Descontrole fiscal coloca em risco investimentos no país, dizem executivos

“Cenário atual mostra total descontrole”, afirma Alexandre França, da Lupin Medquímica O temor de descontrole fiscal não abalou somente os mercados nesta sexta-feira. Executivos ouvidos pelo Valor avaliam que a falta de previsibilidade da política econômica brasileira pode colocar em risco investimentos no país. Alexandre França, presidente da farmacêutica indiana Lupin Medquímica, disse que a companhia está reavaliando um novo investimento de cerca de US$ 25 milhões que seriam desembolsados neste ano. “Nenhuma multinacional vai colocar dinheiro em um país em que não se sabe o que vai acontecer no curto prazo. Recursos que já estavam previstos para o Brasil, a matriz adiou e estamos conversando novamente. É muito negativo para o país”, afirmou. A Lupin Mediquímica tem em seu portfólio 150 medicamentos e a expectativa é de fechar este ano com faturamento de R$ 250 milhões. Em 2020, a companhia obteve uma receita de R$ 141 milhões. Alexandre França Valor “O que preocupa é o cenário atual, com inflação e desemprego em alta, isso mostra um total descontrole da economia”, disse França. “Se a multinacional pode colocar dinheiro em um país com um cenário econômico favorável e previsível, por que investir no Brasil?” Para um executivo do setor elétrico que prefere não ser identificado, a manobra para furar o teto de gastos reflete a profunda desorganização do governo federal, que vem operando na base do improviso. Na avaliação dele, diante da piora da situação fiscal, reformas que venham do Executivo, como a administrativa e a do Imposto de Renda, têm pouquíssimas chances de avançar. A piora do cenário pode respingar em setores que envolvem investimentos de longo prazo, como infraestrutura e energia, normalmente menos suscetíveis a volatilidades conjunturais. Para esse executivo, é possível que investidores desses setores trabalhem com mais cautela em 2022 e, dependendo da situação, entrem em compasso de espera, até terem mais clareza sobre o cenário político. “Os investidores têm que acreditar que no médio e longo prazo o Brasil tem salvação. Isso não está muito claro no momento”, afirmou.

Wall Street: Dow Jones bate recorde de fechamento

Os três principais índices acionários de Wall Street encerraram a sessão desta sexta-feira sem uma mesma direção, em um dia em que o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, discursou em evento, comentando sobre inflação e desarranjo dos suprimentos. O índice Dow Jones encerrou em alta de 0,21%, a 35.677,02 pontos, superando o recorde de fechamento de 16 de agosto. O S&P 500 oscilou durante o dia, chegando a um novo recorde de máxima intradiária, mas, após a fala de Powell, recuou, terminando com perdas de 0,11%, a 4.544,90 pontos. O Nasdaq encerrou com queda de 0,82%, a 15.090,20 pontos. Em evento organizado pelo Banco Central da África do Sul, Jerome Powell afirmou que as interrupções pelo lado da oferta, que hoje ajudam a elevar preços, devem durar mais do que o esperado. O presidente da autoridade monetária dos EUA disse ainda que o banco central americano pode elevar os juros se enxergar risco de uma inflação elevada sustentada, mas que seria prematuro aumentá-los agora. “É hora de reduzir as compras, mas não de elevar os juros”, afirmou. Entre as empresas que reportaram novos balanços, o destaque negativo do dia fica com a Snap, que divulgou seus resultados do terceiro trimestre ontem, após o fechamento da sessão em Wall Street, indicando um prejuízo líquido de US$ 72 milhões, em uma queda de 64% em relação ao mesmo período do ano anterior. A ação da companhia despencou 26,61% hoje. A ação da Intel também recuou forte, em queda de 11,69%, depois que a companhia reportou que a escassez de semicondutores e componentes estão limitando a sua capacidade de produção, e que a investida chinesa contra companhias de videogames no país está prejudicando as vendas de chips usados em servidores. Twitter, Facebook e Pinterest fecharam todos em queda de mais de 4,5% nesta sexta. Já o setor financeiro foi o que melhor desempenhou entre os índices setoriais do S&P 500, ganhando 1,33% na sessão. Entre os destaques está a American Express, cujos resultados do terceiro trimestre divulgados hoje apontaram para um lucro líquido de US$ 1,87 bilhão, 70% maior que o do mesmo período do ano passado. "A abertura da temporada de balanços, tanto em relação aos setores quanto [geograficamente], confirmou a visão de que os números positivos continuam entrando, mas que a maior parte da aceleração ficou para trás", diz Christian Gattiker, chefe de pesquisa do Julius Baer, em nota. Apesar de balanços mais fracos nesta semana, os três principais índices de Nova York fecharam o período com ganhos acumulados, principalmente devido aos resultados das companhias, uma vez que os dados econômicos não têm trazido números surpreendentes. Dow Jones acumulou ganhos de 1,08%, S&P 500, 1,64% e Nasdaq, 1,29%. Dos setores, os destaques ficaram com o segmento imobiliário, que cresceu 3,22% na semana, e cuidados da saúde, cujo avanço foi de 2,87%.

About Consilium

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nunc rhoncus elit in est commodo hendrerit. In sodales rhoncus tincidunt. Integer iaculis nisi sit amet risus malesuada vulputate. Sed diam orci, cursus ut luctus sit amet.

Buy Now

Áreas de Atuação

Linhas de Pesquisa

Portal de Ensino

Projetos

Produção Acadêmica

Entre em contato

Av. Bandeirantes, 3900 - Sala 03
Monte Alegre - CEP 14040-905
Ribeirão Preto - SP / Brasil
FEA-RP / USP

+55 (16) 3602-0503

[email protected]

Mídias sociais

Acesse nossa newsletter: