Últimos blogs

Brasil terá 9,1 milhões de vacinas no primeiro lote da Covax

No mês passado, a aliança global das vacinas tinha indicado que o primeiro lote de doses para o Brasil poderia variar de 10 milhões a 14 milhões Gareth Fuller/Pool via AP A Gavi, a aliança global das vacinas, está liberando para o Brasil 9,1 milhões de doses, pela iniciativa Covax, ação multilateral para assegurar acesso equitativo ao imunizante. Uma primeira parcela do lote deve ser entregue ao país em março, dependendo de questões burocráticas, incluindo a assinatura do contrato com o laboratório fornecedor. Outras parcelas virão depois, até totalizar os 9,1 milhões. No caso brasileiro, a vacina é produzida pela AstraZeneca no laboratório SK, da Coreia do Sul. O preço de cada dose ficará em torno de US$ 5. Significa que o primeiro lote para o Brasil vai custar US$ 45,5 milhões (R$ 236 milhões). No mês passado, a Gavi tinha já indicado que o primeiro lote de doses para o Brasil poderia variar de 10 milhões a 14 milhões. No total, o Brasil fez a opção de comprar 42,5 milhões de doses através do Covax, para assegurar a imunização de 10% da população brasileira. A maioria dos outros países optou por se comprometer com compra suficiente para imunizar 20% de sua população. Enquanto isso, a Rússia continua avançando na sua estratégia de vender sua vacina Sputnik V. Nada menos de 38 países já deram a autorização para uso emergencial da vacina russa.

CMN aprova balanço do BC de 2020, com resultado positivo de R$ 469,6 bi

No primeiro semestre daquele ano, o BC apurou resultado positivo de R$ 503,22 bilhões; na segunda parte, houve resultado negativo de R$ 33,61 bilhões O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, em reunião realizada na quinta-feira, o balanço do Banco Central de 2020. No ano passado, a autoridade monetária apresentou resultado positivo de R$ 469,61 bilhões. No primeiro semestre de 2020, o BC apurou resultado positivo de R$ 503,22 bilhões. O resultado positivo com reservas e derivativos cambiais, no valor de R$ 478,5 bilhões, foi destinado à constituição de reserva de resultados no Patrimônio Líquido do BC e o resultado com as demais operações, no valor de R$ 24,75 bilhões, foi transferido ao Tesouro Nacional em 28 de agosto. No segundo semestre, o BC apurou resultado negativo de R$ 33,61 bilhões, que foi integralmente coberto mediante realização da reserva de resultados do BC. Marcello Casal Jr./Agência Brasil Adicionalmente, em agosto de 2020, o CMN autorizou a transferência de parte dos recursos existentes na reserva de resultados do BC ao Tesouro Nacional, no valor de R$ 325 bilhões, a serem destinados ao pagamento da Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DMPFi). Isso “em razão da existência de severas restrições nas condições de liquidez que dificultam de forma significativa o seu refinanciamento”, diz o BC em nota. A empresa de auditoria independente manifestou-se com parecer sobre as demonstrações financeiras de 2020 sem qualquer ressalva.

Anatel estima investimento de até R$ 35 bilhões com leilão de 5G

Cálculos da Anatel serão submetidos ao TCU para que o edital seja publicado no Diário Oficial O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Morais, informou nesta sexta-feira que cálculos preliminares sobre o preço das licenças de serviços da quinta geração de telefonia móvel (5G) apontam para valores entre R$ 33 bilhões e R$ 35 bilhões. Morais ressaltou, porém, que o preço mínimo que será definido no edital não chegará perto disso, pois grande parte do valor será convertido em contrapartidas de investimento. Faria diz que não foi ao exterior vender 5G em troca de vacina Conselho diretor da Anatel aprova edital de leilão do 5G Em entrevista a jornalistas ao lado do ministro das Comunicações, Fábio Faria, ele explicou que a definição do preço das licenças é difícil porque “os planos de negócios são bastante complexos”. A agência precisa fazer uma avaliação de mercado com a projeção de receitas com o serviço ao longo dos próximos 20 anos. Segundo Morais, a oferta do 5G, em si, que envolve a construção de redes, responderá por investimentos da ordem de R$ 80 bilhões nas próximas duas décadas. Leonardo Euler de Morais, presidente da Anatel Silvia Costanti/Valor Na entrevista, Faria confirmou que se trata de não arrecadatório, sem o interesse do governo de levantar recursos para o caixa do Tesouro, mas focado nas obrigações de investimento. O presidente da Anatel antecipou as projeções de valores das obrigações que deverão ser cumpridas pelas operadoras que vencerem o leilão do 5G. Ele disse que cobertura de sinal de celular em rodovias sem serviço deverá descontar cerca de R$ 2,6 bilhões do preço das licenças. Já a instalação da infraestrutura de fibra óptica (backhaul) em 1.280 municípios, que ainda não têm essa tecnologia, custará outros R$ 2,5 bilhões. A migração do sinal de TV aberta, recepcionado por parabólicas, para banda ku demandará mais R$ 2,5 bilhões. A rede privativa do governo, de uso exclusivo de órgãos da administração federal, custará R$ 1 bilhão, enquanto e o projeto de inclusão digital na Amazônia, o “Norte Conectado” sairá por R$ 1,5 bilhão. Por fim, Morais adiantou que somente a cobertura de 14 mil localidades isoladas, que não dispõem de redes de telefonia móvel, custará R$ 13 bilhões. Ele não detalhou as demais obrigações que vão elevar o custo total das obrigações ao patamar do preço estimado das licenças. Os cálculos da Anatel serão submetidos à análise do Tribunal de Contas da União (TCU) para que o edital seja publicado no Diário Oficial da União. ‘5G standalone’ Em nova defesa ao chamado “5G standalone”, o diretor da Anatel Carlos Baigorri disse que o edital de frequências aprovado na quinta-feira pelo órgão “coloca o Brasil na vanguarda da sociedade conectada”. A indicação de escolha da certificação de rede mais recente para a tecnologia 5G, que não permite o aproveitamento da infraestrutura 3G e 4G, vinha sendo criticada por parte do setor, especialmente a Claro e Vivo, por aumentar os investimentos. Em entrevista para falar da decisão da Anatel, Baigorri afirmou que o Brasil escolhe o 5G “no estado da arte". Ele foi o relator da proposta de edital aprovada pela Anatel. Segundo o diretor, o “5G standalone” será oferecido em 27 capitais a partir de 30 de julho de 2022. A expectativa, segundo ele, é de que o edital, após aprovação dos estudos pelo TCU, seja publicado até o fim do primeiro semestre deste ano, com sessão pública do leilão ocorrendo em seguida, “o mais rápido possível”.

RH 4.0: como engajar o funcionário remoto

Christiane Berlinck, diretora de RH da IBM Brasil e América Latina é a convidada da série de lives que debate os temas em alta em gestão de pessoas Na terça-feira (23/02), às 14h, a editora de Carreira Stela Campos entrevista Christiane Berlinck, diretora de RH da IBM Brasil e América Latina. Na série RH. 4.0, a executiva irá contar as ações que a multinacional implementou desde o começo da pandemia para manter os funcionários em home office engajados. As ações foram precedidas por um esforço da área de Recursos Humanos de ouvir ativamente e com mais frequência todos os funcionários e, assim, desenhar novas iniciativas. A roda de conversa trimestral das equipes com a liderança da IBM Brasil passou por um ajuste de conteúdo e ganhou foco nos temas que os funcionários mencionavam como importantes no momento. Uma ação inédita foi colocar todos os empregados da empresa em uma conversa virtual com o presidente da companhia no Brasil. A pausa do cafezinho - tão comum nos escritórios do Brasil - foi transposta para o ambiente virtual, em um momento dedicado a falar de coisas não relacionadas aos negócios ou a projetos e resultados. Nesse ambiente de conversa informal, saíram inúmeros temas, desde como lidar com a ansiedade e manter a saúde física e mental até como gerenciar as agendas pessoal e profissional e como engajar os filhos durante o dia. A entrevista faz parte da nova temporada do "Carreira em Destaque" que traz tendências e experiências contadas pelos gestores de pessoas. Acompanhem pelo site e nas páginas do Valor no Linkedin e YouTube e Facebook. Personalização da experiência do RH exige mudança radical do RH, diz VP da Cogna Trabalho ágil é revisar processos de forma contínua, diz diretor executivo do Fleury

Câmara rejeita retirar PEC da imunidade da pauta de votação, mas quórum ainda preocupa

Situação deixa indefinido se o texto avançará nesta jornada Apesar de o requerimento de retirada de pauta da proposta de emenda constitucional (PEC) da imunidade parlamentar ter sido rejeitado pelo plenário, o quórum ainda preocupa e mantém indefinido se o texto avançará nesta sexta-feira. Enquanto 302 deputados foram contrários à retirada de pauta, 178 parlamentares votaram a favor. Para que uma PEC seja aprovada, é preciso apoio de 308 patrlamentares. Em caráter reservado, aliados do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e da relatora da PEC, deputada Margarete Coelho (PP-PI), avaliam que o quórum é arriscado para que o texto seja apreciado. Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Assim como ontem, a resistência de setores da oposição e o baixo quórum podem fazer com que Lira decida deixar a análise para outro momento. Diante das críticas de apreciação açodada, o parlamentar do PP analisa instalar uma comissão especial para debater o texto.

Príncipe saudita aprovou operação para matar jornalista, diz relatório dos EUA

Jamal Khashoggi foi morto em outubro de 2018 dentro do consulado saudita na cidade turca Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Ação do BB tem forte queda em meio a temores sobre troca de comando

Grande temor entre os participantes no mercado financeiro é que a substituição do comando coloque em risco as iniciativas de corte de custos e aumento de eficiência no banco As ações do Banco do Brasil (BB) são duramente penalizadas nesta sexta-feira em meio a temores de que o presidente da instituição, André Brandão, deixe o cargo. Conforme apurou o Valor, Brandão já vinha dizendo a amigos que deixaria o cargo se não pudesse atuar de forma técnica, mas a crise na Petrobras foi a gota d'água. Por volta das 15h40, as ações ordinárias do banco tinham queda de 3,05%, com um desempenho muito pior que seus pares no setor. Itaú Unibanco PN perdia 0,23%, enquanto Bradesco ON caía 0,34% e Bradesco PN recuava 0,73%. Buffik/Pixabay Assim como ocorreu há algumas semanas, quando o risco de demissão de Brandão entrou no radar dos investidores, o grande temor é que a substituição do comando coloque em risco as iniciativas de corte de custos e aumento de eficiência no banco. Toda essa turbulência vem acompanhada da crise na Petrobras, após o presidente Jair Bolsonaro inteferir no comando da empresa - algo que prejudicou a confiança do mercado em uma política mais liberal e fiscalista. Petrobras ON tinha queda de 2,54% e Petrobras PN recuava 3,75%. Em relatório divulgado no começo do dia, os analistas da Capital Economics disseram que o governo parece estar trilhando um caminho distante de reformas favoráveis ao investidor e em direção a uma formulação de políticas mais populista. “Essa tendência pode se intensificar com a aproximação das eleições gerais do próximo ano. Isso manteria os mercados financeiros locais sob pressão, mesmo se o cenário global melhorar”, dizem. Para eles, o teste principal virá com a política fiscal. “Até agora, o governo está debatendo apenas uma expansão modesta do apoio emergencial à renda, no valor de cerca de 0,3% do PIB. A pressão para expandir esse estímulo e deixar de lado o teto de gastos provavelmente permanecerá alta, dada a popularidade em declínio do presidente e o peso econômico do recente endurecimento das medidas de contenção. Tal movimento levantaria novas preocupações sobre a sustentabilidade da dívida”, acrescentam.

Beyond Meat teve prejuízo líquido de US$ 52,8 milhões em 2020

Empresa atribuiu parte das perdas a despesas com a covid-19 A Beyond Meat teve um prejuízo líquido de US$ 25,1 milhões no quarto trimestre de 2020, perda bastante superior à de US$ 500 mil registrada no mesmo período do ano anterior. Por ação, o prejuízo apurado entre outubro e dezembro foi de US$ 0,40. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Quase metade da população acima de 65 anos já foi vacinada nos EUA

Os EUA aceleraram o ritmo de vacinação desde que o presidente Joe Biden assumiu o poder Quase metade da população com 65 anos ou mais dos Estados Unidos já recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19. A informação foi dada nesta sexta-feira (26) por Andy Slavitt, um dos principais assessores da Casa Branca no combate à pandemia. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Resolução do CMN prorroga até 30 de setembro contrato de swaps com Fed

Montante à disposição do BC foi mantido em US$ 60 bilhões O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou nesta sexta-feira o Banco Central (BC) a estender o seu contrato de swaps com o Federal Reserve (Fed, o banco central americano). O contrato estabelecido no início da pandemia se encerraria no próximo dia 31, mas foi prorrogado até 30 de setembro. O montante à disposição do BC foi mantido em US$ 60 bilhões. Marcello Casal Jr./Agência Brasil "Esta linha não implica condicionalidades de política econômica e amplia os fundos e instrumentos disponíveis para as operações de provisão de liquidez em dólares pelo BC", disse a autoridade monetária em comunicado. "A linha de liquidez soma-se ao conjunto de instrumentos disponíveis do BC para lidar com a alta volatilidade dos mercados em decorrência da pandemia."

Áreas de Atuação

Linhas de Pesquisa

Portal de Ensino

Projetos

Produção Acadêmica

Últimos blogs

Entre em contato

Av. Bandeirantes, 3900 - Sala 03
Monte Alegre - CEP 14040-905
Ribeirão Preto - SP / Brasil
FEA-RP / USP

+55 (16) 3602-0503

[email protected]

Mídias sociais

Acesse nossa newsletter: